Rogue One | Presença de Princesa Leia na Batalha de Scarif é justificada

Muitos fãs ficaram intrigados com a presença da Princesa Leia Organa na Batalha de Scarif no final de Rogue One: Uma História Star Wars.

Numa cena anterior, o pai adotivo de Leia, Bail Organa (Jimmy Smits), diz para Mon Mothma (Genevieve O’Reilly) que enviaria a princesa a Tatooine para pedir ajuda do Jedi Obi-Wan Kenobi. Um lugar muito distante de onde estava ocorrendo a batalha.

Pablo Hidalgo, membro do Star Wars Story Group, explicou que a mudança de posição de Leia, foi a importância da guerra que estava acontecendo. “O plano sempre foi que Leia iria para Tatooine pegar Obi-Wan, e Raddus iria escoltá-la. Então, surgiu a notícia de Scarif, e isso foi considerado mais importante, porque aquela era a única nave de guerra que eles tinham no momento.”

 

O primeiro Spin-Off de Star Wars arrecadou US$ 512,2 milhões nos Estados Unidos e mais US$ 449,1 milhões no mercado internacional. Ao total, chegou a US$ 1,011 bilhão com 39 dias em cartaz.

Rogue One é o 28º filme a alcançar US$ 1 bilhão, desconsiderando a inflação, e também mais um título recente da Disney a cruzar a marca depois de Capitão América: Guerra Civil, Zootopia e Procurando Dory.

Rogue One: Uma História Star Wars se tornou em numeros, o segundo maior filme da saga, atrás apenas do Episódio VII O Despertar da Força (que faturou pouco mais de US$ 2,06 bilhões pelo mundo).