EPISÓDIO IX | Diretor Colin Trevorrow comenta sobre produção do filme sem Carrie Fisher

Em um bate-papo recente com Cinemablend, o diretor do Episódio IX, Colin Trevorrow, falou brevemente sobre a recente morte de Fisher, sobre como Lucasfilm e Disney planejam lidar com sua ausência. O diretor de Jurassic World admitiu que eles têm opções limitadas, mas o que quer que seja feito, diz ele, será tratado com muito respeito.

Ela era um grande personagem, não é um segredo. Ela realmente era. E foi extremamente triste para todos nós, principalmente porque ela era muito amada pela família Star Wars e com todos os que trabalharam com ela. Eu sinto que nossas opções são limitadas principalmente por nós mesmos, na medida em que há apenas certas coisas que estamos dispostos a fazer. Mas eu posso garantir que ele será tratado com amor e respeito, e toda a alma que Carrie Fisher merece.

Existem poucas maneiras pelas quais a Disney e a Lucasfilm podem tê-la em “Episódio IX”. Eles poderiam usar dublês, CGI e algumas filmagens não utilizadas e combinar tduo (como fizeram com Paul Walker em Velozes e Furiosos 7) para dar a Leia seus últimos momentos de tela. Talvez ela possa ter uma morte fora da tela que poderia ser explicada no texto de abertura ou por algum diálogo. Outra maneira seria a Disney contratar outra atriz, no entanto, essa opção parece muito improvável, pois é difícil imaginar outra atriz no papel. Além disso, Lucasfilm já confirmou que não estarão fazendo um dublê CG de Leia, como fizeram com Tarkin em Rogue One.