contato@jedicenter.com.br
CELEBRATION 2

Star Wars Celebration – Dia 2 – Battlefront, Jakku e o canon.

CELEBRATION 2

Depois do maravilhoso primeiro dia, com tudo o que pudemos ver sobre The Force Awakens, o segundo dia foi obviamente menos agitado. Ainda assim, tivemos mais um trailer sensacional, além de comentários sobre o novo canon.

Star Wars Battlefront: trailer de gameplay, pré-venda e livro.

A EA, atual dona da licença para games, finalmente mostrou um trailer para Star Wars Battlefront, reboot para a série de jogos que estamos esperando desde que Episódio VII era um sonho impossível e a Ahsoka era muito chata. Você pode ver o sensacional vídeo, que a EA jura que é de gameplay no PS4, abaixo:

Além disso, tivemos a confirmação de que o jogo se passa durante a trilogia clássica. Pouco devemos saber sobre o pós-ROTJ, com apenas uma excessão: a batalha de Jakku. Se você leu o artigo anterior, já deve saber que o planeta deserto que vimos nos dois teaser trailers de The Force Awakens não é Tatooine, mas sim o planeta Jakku – nome que já virou piada interna na equipe do site. A batalha de Jakku estará disponível em 1º de dezembro para aqueles que reservarem na pré-venda, que pode ser feita clicando aqui.

Esta, porém, não é a batalha que vemos no filme, mas sim a batalha que causa a queda do Star Destroyer que aparece no início do trailer de TFA. Curiosa é a descrição que a EA faz em seu site:

Compre Star Wars™ Battlefront™ na pré-venda e no dia 1º de dezembro de 2015 seja um dos primeiros jogadores a reviver a Batalha de Jakku, o momento crucial em que a Nova República enfrentou forte resistência Imperial em um planeta distante e deserto, na Orla Exterior. Acontecendo logo após a vitória Rebelde na Batalha de Endor, jogadores irão experimentar os eventos que criaram a massiva e marcada pela batalha paisagem de Jakku mostrada em  Star Wars™: The Force Awakens™

É curioso que, sabendo que em TFA a Aliança Rebelde se tornou a Resistência, a EA mencione a Nova República. Será que, assim como no UE Legacy, a Aliança Rebelde se tornou a Nova República, mas caiu nos 30 anos que separam os episódios VI e VII? Para outros mortais, a batalha estará disponível em 8 de dezembro.

Além disso, um livro por Alexander Freed sairá próximo ao lançamento do jogo, que se dará em 17 de novembro, um mês antes do lançamento do filme.

JTTFA-1536x864

O novo canon pelos olhos dos responsáveis por ele: O Star Wars 7 News esteve lá e fez um resumão do que foi falado sobre o novo canon. Você pode conferir a nossa tradução e comentários abaixo:

  • – Uma saga coesa em todas as formas de mídia está sendo contada com o objetivo de seguir em frente com esta nova configuração.
  • – A meta da do Lucasfilm Story Group (a partir de agora LSG) é certificar-se de que não há conflitos reais no que diz respeito a erros de continuidade.
  • – O conceito da LSG foi idéia de Kathleen Kennedy, e isso ajuda muito com a grande quantidade de conteúdo canônico sendo feito.
  • – O antigo UE (Legends) foi totalmente liquidado para evitar favoritismos; isso foi descrito como sendo uma decisão difícil, mas absolutamente necessária – coisa que nós do JC concordamos, por mais legais que fossem várias histórias.
  • – Legends é utilizado como matéria-prima para o preenchimento de alguns detalhes (como o tamanho físico e massa da Estrela da Morte).
  • – A re-canonização de material Legends só acontece quando faz sentido (Hutts já não são hermafroditas por essa razão).
  • – O Império não invadiu Yavin IV imediatamente após a Estrela da Morte ser destruída.
  • – A HQ Kanan: The Last Padawan foi a primeira história em quadrinhos que Lucasfilm inicialmente não pediu, mas foi proposta por um empregado; a relação entre encomendas do LSG e os pedidos e idéias dos escritores é descrita como uma via de mão dupla – coisa que é muito legal, já que permite.
  • – Eles querem a sério Jaxxon volta no cânon. Aqui confesso que não tenho certeza se foi interpretação do autor do Star Wars 7 News, uma piada, ou algo sério mesmo. Jaxxon, para quem não conhece, é literalmente o Pernalonga verde com roupa espacial. Ele foi criado pela Marvel em 1977 como uma homenagem ao toelo mais famoso da história do entretenimento. Jaxxon costuma ser citado em discussões gringas como exemplo das coisas supostamente ridículas do antigo UE Legends. Contudo, as pessoas costumam esquecer que em 1977 não havia muito material para definir o que era Star Wars e o que não era. E que um esqueleto de alguém com a mesma roupa e da mesma espécie foi visto no episódio 11 da 5ª temporada no planeta Abafar, ou seja, canônico.
  • – Journey To The Force Awakens é um projeto multimídia definido para começar em setembro e vai ajudar os novatos a entrarem na franquia.
  • – J.J. Abrams e Kathleen Kennedy aprovam as ações do LSG até agora.
  • – Battlefront: Twilight Company é o livro tie-in para o jogo Battlefront; videogames são descritos como um meio importante para a narrativa de Star Wars.
  • – O LSG acredita que as novas histórias canônicas são algumas das melhores que saíram na história da franquia. Eu particularmente acho que Rebels é fantástica, os quadrinhos da Marvel estão relativamente bons (nada muito criativos) e o único livro que li até agora, A New Dawn, é muito bom.
  • – É mais fácil para o LSG trabalhar com Rebels do que foi com The Clone Wars.
  • – Novelizações e adaptações de quadrinhos para recontar a TC e a NT para se ajustar ao novo cânone são prioridade baixa devido ao conteúdo inédito em abundância, mas o LSG está interessado em revisitar os filmes de uma maneira diferente para esclarecer as coisas canonicamente.
  • – A Disney ajuda a Lucasfilm com uma abordagem internacional para a criação de uma maior quantidade de conteúdo.
  • – Um crédito do LSG em um trabalho não significa necessariamente que o trabalho é canon (The Old Republic sendo um exemplo).
  • – Algumas histórias Legends podem ser finalizadas no futuro, mas isso não é uma prioridade agora. Assim que a nova continuidade estiver totalmente estabelecida, continuações de histórias Legends são possíveis. Personagens favoritos Legends dos fãs podem voltar se as histórias couberem e puderem lhes fazer justiça.
  • Histórias da época da Velha República no canon não estão planejadas para o futuro imediato, mas poderiam acontecer eventualmente.
  • O LSG existe para impedir que um sistema como o de camadas de canon (G-canon, T-canon, etc…) ser recriado, e todos os projetos estão sendo abordados de forma a que tudo faça sentido.
  • Os livros publicados são feitos para serem lidos por conta própria, mas também ligar os filmes.
  • O livro Darth Plagueis, que foi citado no livro Tarkin, não é necessariamente canon: apenas os detalhes sobre o personagem em Tarkin são.
  • O LSG descreve tudo como sendo não-canônico até que surja uma ideia para puxá-los para frente e torná-los canon.
  • Séries com vários livros (com ou sem autores rotativos) não estão planejadas tão cedo; nada na escala da New Jedi Order (que teve 19 livros) está previsto para ser feito.

E é isso que aconteceu de mais importante no segundo dia. Siga conosco para amanhã ver o terceiro dia de Star Wars Celebration Anaheim 2015.

Mestre Yoda

Mestre Yoda na verdade se chama Jair e é um engenheiro nerd que se pudesse ganharia dinheiro com Star Wars. Como não pode, fica enfiado nos detalhes do Universo Expandido e das obras para telinha da saga o máximo que pode. Só vê uma possibilidade de Star Wars ser melhor do que é: The Beatles como trilha sonora!