contato@jedicenter.com.br
Cover2

[RESENHA] Star Wars: Kenobi de John Jackson Miller

A Saga de Star Wars sofreu influências de muitos gêneros cinematográficos. George Lucas sempre admitiu se inspirar em filmes como A Fortaleza Escondida de Akira Kurosawa para criar este Universo. O livro Kenobi, de John Jackson Miller publicado aqui pela Editora Aleph nos trás uma aventura digna do espírito de Uma Nova Esperança e dessa vez com um clima de Western.

A República foi destruída, e agora a galáxia é governada pelos terríveis Sith. Obi-Wan Kenobi, o grande cavaleiro Jedi, perdeu tudo… menos a esperança.

Após os terríveis acontecimentos que deram fim à República, coube ao grande mestre Jedi Obi-Wan Kenobi a missão de proteger aquele que pode ser a última esperança da resistência ao Império. Vivendo entre fazendeiros no remoto e desértico planeta Tatooine, nos confins da galáxia, o que Obi-Wan mais deseja é manter-se no completo anonimato e, para isso, evita o contato com os moradores do local. No entanto, todos esses esforços podem ser em vão quando o “Ben Maluco”, como o cavaleiro passa a ser conhecido, se vê envolvido na luta pela sobrevivência dos habitantes de um oásis esquecido no meio do deserto e em seu conflito contra o perigoso Povo da Areia.

Star-Wars-Livros-Kenobi

Star Wars sempre teve o espírito de Western, mas “Kenobi” é extremamente eficaz em apresentá-lo através dos elementos da Galáxia muito distante. Obi-Wan (agora, Ben) é o estrangeiro recluso com um segredo que desperta a curiosidade da pequena comunidade de Pika Oasis em Tatooine. Há também várias cenas clássicas como tiroteios, tumultos e estouros de animais.

Os personagens da comunidade de Pika Oasis são muito bem desenvolvidos. Citando dois exemplos: Annileen Calwell, a dona da loja, é uma personagem crível tanto em seu papel como mãe quanto como uma mulher forte que sobreviveu e prosperou por anos em Tatooine. E o vilão da história é apresentado em tons de cinza, uma moral dúbia e não apenas negra.

Quanto ao próprio Ben Kenobi em questão, este livro captura muito bem suas características. Aqui, o nosso velho conhecido ainda está amargurado pelas recentes tragédias mostradas em A Vingança dos Sith, profundamente em conflito sendo um homem de boa índole mas capaz de escolhas moralmente questionáveis. Seus monólogos com Qui-Gon Jinn confesso que estão abaixo do que eu esperava. No entanto, Miller escreve tão bem o personagem que é perfeitamente factível imaginá-lo como uma mescla do Kenobi de Ewan McGregor com o de Alec Guinness em Uma Nova Esperança. Os fãs mais novos ainda conhecendo o Universo Expandido acharão o livro bem acessível especialmente por esta fidelidade ao personagem retratado nos filmes.

Falando nisso, todo o arco é centrado em Tatooine portanto não espere muitos rostos conhecidos, mas não se preocupe. Star Wars: Kenobi nos apresenta uma boa trama com novos personagens originais, distintos e cativantes (algo raro de ser ver nos livros de Star Wars). Recomendado a todos que tem curiosidade de saber dos eventos entre A Vingança dos Sith e Uma Nova Esperança além é claro, de nosso querido Mestre Jedi.

Um destaque aqui especial à publicação da Editora Aleph que nos trouxe a mais bela capa de todas as edições deste livro, bem como uma ótima arte em cada divisão de capítulos e interlúdios.

Marcelo Skywalker

Escória Rebelde do interior de São Paulo. Pode ser encontrado mais on-line do que na vida real pelo Twitter ou pelo Facebook

This Post Has 3 Comments

  1. luiz Henrique

    Comecei a ler “Kenobi” e finalizei a primeira parte do livro: o oásis. Tenho uma dúvida que talvez seja solucionada ao longo de minha leitura, mas aproveito este espaço para tentar compreender melhor esse selo legends. Bom, minha dúvida é a seguinte: por que este livro não pode ser considerado cânone? Até onde li não vi nada que interferisse drasticamente no desenvolvimento do personagem nos filmes, pelo contrário! Nos ajudaria a compreendê-lo melhor e, como foi citado, aprofundar em um personagem essencial da saga. Resumindo…o que o torna legends????
    Valeu, pessoal!
    Abraços.

  2. Daniel

    Ainda não me aventurei na série legends.

    Até agora so li marcas da guerra inspirado nesta resenha, kkk

    https://fodapracaralho.wordpress.com/2016/01/28/star-wars-marcas-da-guerra-vale-a-pena/

  3. Saula

    Ótima resenha!

Comments are closed.