contato@jedicenter.com.br
Cover 4 Post

Os RPG’s de uma Galáxia muito, muito distante (Parte 2)

RoleplayingGameCoreRulebookEm 1999, com o lançamento de A Ameaça Fantasma, a licença de desenvolvimento dos RPG’s de STar Wars foram para a Wizards of the Coast que lançou a primeira edição de Star Wars D20, trazendo o cenário que tanto gostamos para as regras da 3ª edição do D&D.

O modo de jogo é o mesmo que o RPG clássico da West End Games, mudando apenas as regras. Neste, seu personagem possui seis atributos que variam entre 8 e 18 (podendo variar para mais ou para menos, dependendo da espécie). Os atributos são Força, Destreza, Contituição, Sabedoria, Inteligência e Carisma.

O valor do atributo determina um valor de modificador, por exemplo, um atributo 10 ou 11 possui um modificador de 0, ja um atributo 12 ou 13 possui um modificador de +1, um atributo 8 ou 9 fornece um modificador de -1, e assim por diante. No próprio livro básico há uma tabela de consulta para facilitar.

Além disso seu personagem deve possuir a uma classe, podendo ser um soldado, um nobre, um batedor, um marginal, um trapaceiro, um guardião jedi, entre outras classes. Essas classes determinam quais são suas perícias, que ao gastar pontos recebem valores de modificadores.

Quando fizer um teste de perícia, por exemplo, ao lutar com um sabre de luz, basta rolar 1 dado de 20 lados, somando com o modificador do atributo (nesse caso força) mais o modificador da perícia (no caso sabre de luz). O resultado deve ser igual ou maior ao resultado pré-determinado pelo narrador ou em caso de combate, pela defesa do oponente.

Seu personagem possui talentos especiais fornecidos pela sua classe, talentos esses que ajudam a pilotar melhor, brigar melhor, usar A Força, entre outros.

No entanto em 2003, um ano após o lançanento do Ataque dos Clones, a Wizards relançou o Star Wars Revised Core Rulebook, com as regras atualizadas, baseadas na edição 3.5 do D&D, e uma atualização nas espécies e no lore da saga.

RoleplayingGameRevisedCoreRulebook

Logo em seguida lançaram aproximadamente uma dezena de suplementos, aumentando ainda mais o universo de Star Wars no RPG, englobando materias adaptados de romances (Sim, tem até um livro somente sobre a Nova Ordem Jedi e os Yuzhan Vong) e até games digitais.

51fRTdI54LL._AC_UL320_SR236,320_ NJO_Sourcebook Ultimate-alien-anthology-coverTheDarkSideSourcebook


O sistema de jogo era praticamente o mesmo, vindo com algumas regras, talentos e perícias corrigidas.

Star_Wars_Roleplaying_Game_Saga_Edition_Core_RulebookEm 2005 logo após o lançamento de A Vingança dos Sith, veio a notícia que não viriam mais filmes de Star Wars e que George Lucas iria se aposentar. A saga estava consolidada e com isso um “Livro Definitivo” foi lançado pela Wizards. Foi então que foi lançada a Edição Saga de Star Wars, englobando o cenário, lore e mitologia dos 6 filmes, com regras atualizadas que serviram de beta teste (e são até melhores) que as regras da 4ª edição do D&D.

Em seguida, quase duas dezenas de suplementos foram lançados, um livro somente de Scoundrels, outro somente sobre A Força e o poder do Jedi, um somente para nobres, um suplemento relacionado ao jogo The Force Unleashed (permitindo pirotecnias com A Força), um livro somente de naves da saga, outro somente com antagonistas e criaturas, até mesmo um livro de dróides foi lançado.

O que mudava nesse sistema era que existiam somente 5 classes de personagens: soldado, nobre, batedor, jedi e trapaceiro. Dentro de cada classe haviam árvores de talentos, como por exemplo, um Jedi podia ser Guardião, Sentinela ou Consular, ou até mesmo possuir 2 arvores de talentos.

51oPmC9kTyL._AC_UL320_SR278,320_ KOTORguide Rebellion_Era_CG Starshipsofgalaxy2007


O uso da força também melhorou consideravelmente, deixando de ser perícias e passando a ser poderes independentes, adquiridos através de talentos e habilidades.

A jogabilidade melhorou muito, permitindo representar melhor os personagens da saga de forma cinematográfica. O sistema durou anos e anos, permitindo muita diversão e criação de histórias bem legais. Até uma campanha gratuita em 12 partes foi lançada, se passando entre os episódios III e IV (a qual estou adaptando para o sistema mais atual).

Mas nem tudo eram flores, uma grande mudança estava por vir e muitos ficariam bravos com isso…

Espero que tenham gostado dessa nossa segunda parte sobre os RPG’s de Star Wars, na próxima parte iremos falar do atual sistema utilizado e como foi a migração (nada fácil) dos jogadores do sistema D20 para ele.

Que a força esteja com vocês, sempre!

Jon Kenobi

Maluco por Star Wars (apesar de não ser um "Verdadeiro Fã"), Desenvolvedor Web, Blogger e jogador de RPG, Desenvolvedor de Jogos, Apaixonado por História e Cinema!