contato@jedicenter.com.br
Template Cover Site

O dia que senti vergonha por ser fã de Star Wars

19 de Outubro de 2015, enquanto o mundo inteiro aguardava o trailer final de O Despertar da Força a ser exibido durante um jogo de futebol americano, um pouco mais cedo naquele dia, alguns fãs discursavam ódio e racismo em cima de John Boyega por sua etnia e prometiam boicote ao filme.

18 de Dezembro de 2015, os fãs saem das suas primeiras sessões de Star Wars ofendidos atacando Daisy Ridley pois sua personagem pilotou a Falcon, usou a Força e empunhou o sabre de luz (mesmo demonstrando ser uma expert em armas) com maestria ainda que foi sua primeira vez. Dizer que a garota foi guiada pela Força, podendo até ser a própria manifestação corporal desse campo místico não resolveu. Aparentemente está ok para o resto do mundo Anakin Skywalker subir pela primeira vez em um caça, pilotar maravilhosamente e ainda acertar um tiro às cegas com a ajuda da Força ou seu filho repetir o feito. Que ironia: fãs das prequels e da trilogia clássica se uniram.

7 de Abril de 2016, Rogue One foi apresentado ao público com seu teaser trailer. Os fãs se dizem ultrajados, aparentemente voltando do futuro alegando que agora Star Wars está saturado de protagonistas femininas e mais uma vez prometem boicotar o filme do HAN SOLO se isso se repetir. Aparentemente quase quarenta anos de livros, HQs e seis filmes protagonizados por homens é pouco e quatro filmes por mulheres será um exagero sem cabimento.

11 de abril de 2016 Jake Lloyd, o jovem Anakin Skywalker em A Ameaça Fantasma foi diagnosticado com esquizofrenia. Alguns fãs comentaram que isso era pouco, frente ao que Lloyd fez: estragar o filme e a vida deles.

31 de Agosto de 2016, Daisy Ridley faturou o Teen Choice Awards. A atriz emocionada, postou em seu instagram sobre a vitória e não só recebeu muitas mensagens de orgulho mas críticas a respeito de seu rosto maquiado (Daisy sofre [E MUITO!] de endometriose) e aparentemente rechonchudo.

daisy-ridley-teen-choice-awards-2016

(aqui já deixo meu agradecimento ao site Frases de Star Wars por me concederem permissão para pegar trechos e imagens de sua notícia)

1 de Agosto de 2016, Daisy Ridley, conhecida por falar de temas humanitários, publicou uma mensagem pedindo o fim da violência, utilizando a hashtag #StopTheViolence:

“Pensando em quão sortuda eu sou…coisa séria: enquanto eu estava sentada na plateia ontem, lágrimas escorriam pelo meu rosto no tributo para aqueles que perderam suas vidas na violência das armas. Eu não consegui tirar uma grande foto do incrível grupo que subiu no palco, mas eles eram muito corajosos. Foi um real momento de solidariedade. Nós precisamos #PararAViolência”

O tributo ocorreu no Teen Choice Awards. E a resposta dos fãs?

Screen-Shot-2016-08-02-at-6.41.52-PM

Bom, Daisy, você acaba de perder um fã. Com uma falha de pesquisa, e um óbvio conhecimento zero sobre o assunto, isso é algo sobre o qual você não deveria estar falando.

Screen-Shot-2016-08-02-at-6.42.29-PM

Por favor, não comece nenhum movimento ou sentenças liberais. Nós todos somos contra a violência. Pessoas matam, armas não. Não estrague Star Wars para nenhum de nós.

Screen-Shot-2016-08-02-at-6.42.59-PM

Desculpa, mas eu não assisti você usar uma arma em Star Wars Episódio VII? Saia daqui, você não é melhor que Matt Damon. Eu vou ter que parar de seguir a sua página.

Screen-Shot-2016-08-02-at-6.43.52-PM

Acaba de dizer a mulher que mata pessoas com armas em filmes. Muita hipocrisia em Hollywood. Apenas cale a boca, Ridley, e faça outro filme de Star Wars.

Após a repercussão, Daisy deletou o post. Mas, os ataques continuaram a ser feitos em outras publicações do perfil. Segundo especulações de seguidores e perfis de fã-clubes da atriz, os ataques e ofensas teriam levado a Daisy a deixar a rede social. Quem me acompanha nas redes sociais sabe do amor que sinto pela Daisy, não apenas por ser um rosto bonito, mas uma pessoa sensata, carismática, simpática com os fãs. Motivos não faltam.

Relatando tudo isso, vamos voltar um pouco mais no tempo:

Star Wars Celebration: Anaheim, 16 de Abril de 2015. Daisy Ridley, Oscar Isaac e John Boyega são apresentados ao público e falam pela primeira vez sobre O Despertar da Força. Novatos no cinema e sem conhecimento da dimensão do público, Daisy e John entram no palco com sorrisos de felicidade e surpresa. Eles são gente como a gente.

anaheim

Ao relembrar desses eventos só me resta pedir desculpas para Jake, Hayden, George, Natalie, Carrie, John, Daisy e todos os que ajudaram a criar a Saga, mas sofreram hostilidade naqueles que se dizem fãs.

Mais tarde naquele painel, Mark Hamill, aplaudido de pé, falou ao público:

“Vocês não são apenas fãs. Vocês são família!

E respondo ao Mark por sua declaração que, infelizmente:

Não somos dignos de tamanho carinho.


O texto reflete a opinião do autor e pode não compartilhar dos mesmos ideais e opiniões da equipe

Marcelo Skywalker

Escória Rebelde do interior de São Paulo. Pode ser encontrado mais on-line do que na vida real pelo Twitter ou pelo Facebook

This Post Has 6 Comments

  1. Pingback: Peace is a Lie (fandom escroto) | Terceira Terra

  2. Luciano Rezende

    Oi Marcelo, ótimo post. Só não entendi a vergonha de ser fã de SW. O simples fato de alguém gostar de um filme, como a gente,, não faz dele uma pessoa especial ou desprovida de defeitos. É a mesma coisa com nosso time de futebol. Entre os torcedores do nosso time de coração há imbecis, para não usar epítetos piores. A mesma coisa com SW. Isso é reflexo da sociedade. As redes sociais deram voz a idiotas que antes guardavam suas idiotices para eles mesmos, ou então compartilhavam com iguais em ambientes provados. Agora, estes ignóbeis compartilham suas ideias nas redes sociais. E descobriram que existem outros tantos iguais a eles por aí. Mas isso não pode fazer com que você se sinta envergonhado. Tenha desprezo e pena dessas pessoas. É só o que elas merecem, além de serem solenemente ignoradas. Busque seus iguais, seus amigos, e curta a sua paixão. Grande abraço. E parabéns pelas opiniões. Afora a vergonha, compartilho com todas as suas opiniões.

  3. Elzio Cesar de Oliveira Naujalis

    No mundo existem pessoas extremamente intolerantes. Nos Estados Unidos o preconceito contra afros e mulheres é extremamente arraigado. E quando a atriz se posicionou na questão das armas, trouxe para ela toda a fúria daqueles que acreditam que usar uma arma os tornam melhores que os demais.

  4. MagoDiggo

    O mundo está altamente polarizado entre direita e esquerda e os dois lados estão exagerando no hate…
    Agora, porque somente quando o rage vem de pessoas conservadoras ele é noticiado?
    Mantendo no tema do site, Oscar Isaac foi atacado por haters de esquerda por aparecer em uma foto de anos atrás com uma camiseta estampando algo sobre “Atlas Shrugged” (A Revolta de Atlas) da escritora libertária Ayn Rand…
    Ademais, a tradução de (liberal statements) em português para “sentenças liberais” induz ao erro (ja que o termo “liberal” nos EUA é denominacao de esquerda, enquanto no Brasil, de direita) sendo mais adequado um termo como “sentenças progressistas.
    Por fim, parabéns pelo site!
    May the force be with you!

    1. Guilherme Martins

      Eu não entendi esse comentário. Quer dizer que você acredita fielmente que acreditar no empoderamento das mulheres, ser contra o uso de armas de fogo e defender causas sociais estão diretamente ligados a uma posição política de esquerda? Pessoas com uma posição mais liberal da economia não podem ser feministas?
      Sério?
      O post não fala nada sobre direita ou esquerda meu caro…

  5. Eric Andrei

    Infelizmente isso é realidade não só com Star Wars mas com uma gama de ótimas sagas tanto do cinema quanto em outras mídias. Fico muito triste se saber que existem pessoas que curtem essa saga fantástica que é Star Wars e ao mesmo tempo agem de forma tão escrota e primitiva.
    Ótimo texto cara, parabéns!

Comments are closed.