contato@jedicenter.com.br
Mswc1cover

Marvel voltará a publicar as HQs de Star Wars em 2015.

darkhorse_marvel_3

A Força estará com a Dark Horse pela última vez em 2014. Conforme esperado desde a compra da Lucasfilm pela Disney, em 3 de janeiro o site oficial finalmente anunciou que Casa das Ideias terá novamente os direitos de publicação das HQs de Star Wars a partir de 2015.

Mswc1cover

A Marvel publicou os primeiros quadrinhos de Star Wars entre 1977 e 1986 e depois de um hiato de 5 anos eles foram para as mãos da Dark Horse, onde tiveram seu auge com publicações como: Dark Empire, sobre o retorno do Imperador e Luke caindo para o lado negro; Tales of the Jedi, que nos deu a visão do que seria a galáxia milhares de anos antes de Luke e Leia (e antes dos jogos Knights of the Old Republic); Crimsom Empire, sobre o membro da guarda real Kir Kanos; Republic e sua continuação Dark Times, com as melhores histórias da época da NT e logo após a Ordem 66; e em 2013 nos trouxe a série The Star Wars, a única publicação oficial de algo baseado no primeiro roteiro da saga.

A Dark Horse ainda este ano terminará a publicação de The Star Wars, que teve 4 das 8 edições lançadas até agora, Star Wars, a Nª série com esse nome e que faz acontecerem mais coisas nos 4 anos entre ANH e ROTJ do que nos 5.000 anos anteriores juntos e Star Wars: Legacy, genial nome para a continuação de Star Wars: Legacy, onde a história agora segue Ania Solo e não Cade Skywalker.

Clone-Wars-Darth-Maul

Adicionalmente, haverá a publicação da série Darth Maul: Son of Dathomir, cuja capa da primeira edição você pode ver acima. A mini-série terá 4 edições e contará o final da participação de Darth Maul na série The Clone Wars, na adaptação de roteiros que não chegaram a ser produzidos. Embora o Newsarama tenha anunciado a HQ como o final não produzido da série, Pablo Hidalgo, responsável por Desenvolvimento de Histórias na Lucasfilm diz que o material não foi pensado como final da série.

 

Leeland Chee, Keeper of the Holocron (basicamente a pessoa responsável pelo cânone de Star Wars) disse no twitter que agora o cânone de Star Wars está nas mãos do Lucasfilm Story Group, um grupo cujo principal objetivo aparentemente é fazer um cânone coeso e nos livrar dos diferentes níveis que existem hoje. Para quem não sabe:

  • – G-Canon (cânone do George Lucas): tudo o que vem do Tio GL, como os filmes, notas de produção, cenas deletadas que não contradizem o filme em si.
  • – T-Canon (cânone da televisão): definido depois dos outros, contém as duas séries de TV sobre as Clone Wars, além do filme e deveria conter a série live-action que não mais sairá do papel. Supondo que o Lucasfilm Story Group não consiga acabar com os níveis, Star Wars Rebels cai aqui.
  • – C-Canon (cânone da continuidade): quadrinhos, livros e jogos caem aqui (e todos tem o mesmo nível). Jogos constituem um caso especial, onde apenas a história é considerada canônica, não as ferramentas de gameplay. Todos os jogos com mais de uma opção de final até hoje contam o final do Light Side como canônico.
  • – S-Canon (cânone secundário): trabalhos mais antigos que podem ou não ser elevados de nível de acordo com a necessidade dos autores. Os quadrinhos originais da Marvel caem aqui. Lumiya, Mestre Sith de Jace Solo, foi um caso de S-Canon surgida nos quadrinhos da Marvel e elevada a C-Canon.
  • – N-Canon (não cânone): Trabalhos “e se”, como a série Infinities, a já citada The Star Wars e outros trabalhos que possam contradizer de maneira irremediável níveis maiores de cânone.
  • – D-Canon (cânone Detours): Seria um nível de cânone específico da “adiada” série Star Wars: Detours, embora dê pra argumentar que seria um subnível dentro do N-Canon.

star-wars-vs-marvel-20110820030801007-000

Nós do JC apenas torcemos para que a Disney não invente coisas como a figura acima…

Mestre Yoda

Mestre Yoda na verdade se chama Jair e é um engenheiro nerd que se pudesse ganharia dinheiro com Star Wars. Como não pode, fica enfiado nos detalhes do Universo Expandido e das obras para telinha da saga o máximo que pode. Só vê uma possibilidade de Star Wars ser melhor do que é: The Beatles como trilha sonora!