contato@jedicenter.com.br
S03e19

Iniciando uma Rebelião #46 – s03e19 – Twin Suns

Darth Maul está em Tatooine atrás do velho Ben Kenobi. E Ezra Bridger vai atrás para avisar o protetor de Luke Skywalker.

Lembrando sempre que este review assume que você já viu o episódio ou que não se importa de ler spoilers.

Clique aqui para os episódios anteriores.

Nota  do M’Y: 8.0 (0 até 10)

Trilha Sonora: It Ends Where It Began (Link)

Curiosidades:

  1. Kenobi nunca é chamado de Obi-Wan no episódio, mantendo a fala de que não é chamado de Obi-Wan desde antes do nascimento de Luke.
  2. O áudio da tia Beru falando “Luke” é retirado diretamente de A New Hope.
  3. Maul tenta atingir Obi-Wan no rosto com o hilt do sabre, assim como fez com Qui-Gon, mas Obi-Wan estava pronto e corta o vilão ao meio neste momento.
  4. Darth Maul originalmente morreria no último episódio da segunda temporada, antes de Vader lutar com Ahsoka.
  5. Para demonstrar uma árdua passagem do tempo, o modelo digital de Maul foi atualizado para que suas pernas metálicas estivessem danificadas.
  6. Nas versões iniciais da história, Kanan acompanharia Ezra ao invés de Chopper.
  7. Os pedaços de holocron não estiveram sempre presentes na história . Ezra e Kanan deveriam seguir pistas deixadas por Maul no planeta.
  8. havia inicialmente um personagem chamado Moota Engatoo, que chegou a ser feito inteiramente antes de ser cortado. Ele era um mercado em um posto remoto que contaria a Ezra informações de onde ir a seguir em sua busca por Maul.
  9. Para salvar tempo e recursos valiosos na animação, os tusken foram feitos de maneira a não ter roupas fluindo.
  10. Ezra e Luke tem a mesma idade (com diferença de alguns dias), então o Luke que você vê correndo é, na verdade, o modelo 3D de Ezra usado nesta terceira temporada.
  11. A faixa liberada da trilha sonora tem ecos da faixa “The Stakiller” da trilha de The Force Awakens.

O Episódio: O episódio começa com Maul com sua bengala perdido em Tatooine, gritando por Kenobi no meio do deserto. Ele pena para descobrir onde Kenobi está e resolve utilizar seu holocron para atrair o Jedi. Na Ghost, Ezra tenta dormir, mas escuta a voz da mensagem de Obi-Wan gravada no holocron Jedi que está guardado do quarto de Kanan Jarrus. A mensagem parece bastante com quando uma fita VHS ficava meio presa dentro do vídeo cassete. O holocron Jedi para de funcionar e então o holocron Sith começa, transmitindo a voz de Maul. O jovem aprendiz acha que Maul foi atrás do velho Mestre Jedi, enquanto os rebeldes não creem que Kenobi esteja vivo (baseados na fala de Bail Organa de que ele morreu) e achem que é uma armadilha de Maul.

Contra a vontade de Hera, que precisa de Ezra para o treinamento para o ataque em Lothal, ele vai para Tatooine em uma A-Wing de treinamento roubada – curiosamente, não há nenhuma explicação de como de repente eles sabem que o deserto com dois sóis é Tatooine, visto que devem haver milhares de planetas com dois sóis na galáxia. Talvez eu nunca tenha notado antes, mas Tatooine tem duas luas. É chegando no planeta que Ezra nota que Chopper foi junto. Na noite do planeta, Ezra usa dois pedaços de holocron, um Jedi e um Sith, para direcionar a nave. Pousando, Bridger sai e encontra um pedaço do holocron Sith, percebendo que foi uma armadilha: vários tusken atacam a A-Wing, que é destruída. E assim que consegue seu objetivo, Maul mata todos os tusken – aparentemente morrer por sabres-de-luz é um padrão tusken.

Quis o destino (ou a Força) que eles tivessem que cruzar o deserto e tanto a energia de Chopper quanto a de Ezra acabassem no meio da travessia. Para a sorte de Ezra, embora não exista coisa como sorte, o velho Ben Kenobi o salva, atraído pelo sofrimento de Ezra. Quando a voz do velho Ben sai, vemos o quão bom é Stephen Stanto, dublador que faz a voz de Tarkin e AP-5. Aqui, ele consegue fazer uma imitação de Sir Alec Guinnes praticamente perfeita! Curiosamente, eu estava vendo Lawrence da Arábia, com Alec Guiness ontem e parece simplesmente uma continuação da voz do velho ator.

Ben Kenobi reconhece Ezra e o explica que não foram os holocrons que trouxeram Ezra até lá, mas Maul, que usou a bondade do jovem aprendiz para achar Kenobi. Ben envia Ezra de volta para onde nunca deveria ter saído e se volta para o recém-chegado ex-Sith. Há primeiro uma batalha de diálogo, em que Maul finalmente percebe que Kenobi não está lá para se esconder, mas para proteger algo… ou alguém. Esse é o momento em que Kenobi tira o sabre-de-luz e faz aquela pose que vimos em Revenge of the Sith. A luta dura não mais que alguns segundos e o velho Jedi é vitorioso. Ficou meio difícil identificar o machucado que matou Maul, mas pelo golpe, aparentemente deve ter sido o peito.

Em seus últimos momentos, Maul pergunta se o que Obi-Wan protege é o escolhido, ao que o velho mestre responde que sim! Maul finalmente morre e Ezra chega na base rebelde em Atollon com a nave do Sith. O episódio termina com Obi-Wan indo checar a fazenda dos Lars e escuta a tia Beru chamando Luke e o menino correndo, ao som de Binary Sunset, também conhecida como o tema da Força.

Opinião do Jair Yoda: Este episódio não é o melhor da série ou da temporada e a pequena luta pode frustrar os fãs (até frustrou vários que viram a batalha sem contexto quando ela vazou na sexta-feira à noite, algumas horas antes do episódio passar). Mas foi, de fato, bastante significativa. Os dois lutaram tantas vezes um com o outro que se conhecem e conhecem seus movimentos e Obi-Wan foi o melhor ao prever o que Maul faria. Vimos finalmente o fim de Maul, que se tornou um excelente personagem nesta série, apesar do erro que foi fazê-lo voltar. E este final, curiosamente, entrega a vingança que Maul tanto quis nas mãos de Luke – mudando para sempre a visão do final de Return of the Jedi. Um final bastante interessante. A participação de Ezra não compromete e até faz sentido para a história do jovem aprendiz de Jedi. Obi-Wan ainda deixa em aberto várias coisas com apenas uma resposta: seu “sim” significa que ele crê que o escolhido é Luke e não Anakin. Sabemos que George Lucas sempre disse que Anakin era o escolhido, então não seria a primeira vez que personagens da saga duvidam da profecia ou a interpretam de maneira errada (Nota: Pablo Hidalgo diz que é apenas a interpretação errada do velho Jedi). E aquele final, com aquele garoto correndo…

REBELS RECON #3.20

Mestre Yoda

Mestre Yoda na verdade se chama Jair e é um engenheiro nerd que se pudesse ganharia dinheiro com Star Wars. Como não pode, fica enfiado nos detalhes do Universo Expandido e das obras para telinha da saga o máximo que pode. Só vê uma possibilidade de Star Wars ser melhor do que é: The Beatles como trilha sonora!

This Post Has 3 Comments

  1. Edilson Meireles

    Eu achei que Darth Maul sobreviveu a coisa pior, mas foi um bom episódio.

  2. DeCocco

    Também achei que o episódio poderia entregar mais. Me deparei com o minuto 13 em que pensei “ainda não aconteceu nada, que enrolação”. Estou muito curioso para saber que fim darão à Ezra e Kanan. Como aprendiz e um quase jedi seriam totalmente ignorados durante as passagens da trilogia original. Assim como Ashoka. Será que a Disney terá a mesma coragem que teve em Rogue One?

    1. Junior Lima

      Será que todos vão morrer ?…..Acho que pelo menos Ezra sobrevive , seria legal se ele aparecesse no episódio viii.

Comments are closed.