contato@jedicenter.com.br
S03e07

Iniciando uma Rebelião #35 – s03e07 – Iron Squadron

A tripulação da Ghost encontra três jovens rebeldes, jovens até demais, enquanto o Grão-Almirante Thrawn traça uma armadilha para seus inimigos.

Lembrando sempre que este review assume que você já viu o episódio ou que não se importa de ler spoilers.

Clique aqui para os episódios anteriores.

Nota  do M’Y: 4.0 (0 até 10)

Trilha Sonora: Chopper and R3 Disarm the Mine (link)

Curiosidades:

  1. Uma grande influência deste episódio foi o filme Red Dawn (Amanhecer Violento), de 1984, onde um grupo de adolescentes defendeu sua cidade natal de forças invasoras. O Iron Squadron (Esquadrão de Ferro) é essencialmente um grupo de adolescentes em sua picape.
  2. A nave do Esquadrão de Ferro, uma YT-2400, é do mesmo modelo que se tornou popular como a nave de Dash Rendar no projeto multimídia Shadows of the Empire em 1996. A mesma nave aparece em A New Hope desde seu relançamento como Edição Especial em 1997. De acordo com Pablo Hidalgo no vídeo Rebels Recon (ver fim da página), o design foi feito para a edição especial por Doug Chiang e utilizado no jogo, que acabou saindo antes.
  3. Gooti Terez, a theelin de cabelo colorido, é baseada em Andi Gutierrez, apresentadora do Rebels Recon e do The Star Wars Show. A espécie theelin apareceu na edição especial de Return of the Jedi, cantando no palácio de Jabba.
  4. O careca Jonner Jin é baseado em Joh Harper, produtor de Rebels Recon e do The Star Wars Show.
  5. Mart Mattin é baseado em Matt Martin, ex-produtor de Rebels e do The Star Wars Show, hoje um dos membros do Lucasfilm Story Group, o grupo responsável pelo cânone de Star Wars.
  6. O planeta Mykapo é nomeado em homenagem a Mickey Capoferri, produtor-executivo de Rebels Recon e do The Star Wars Show.

308-trivia-gallery-6_f525289e

Episódio sem ter que criar um planeta novo com certeza ajudou no orçamento.

O Episódio: Comandante Sato tem contatos no planeta Mykapo e precisa que alguns simpatizantes rebeldes sejam retirados de lá antes de uma invasão imperial. Porém a Ghost e o restante da Aliança Rebelde chega um pouco tarde, visto que há uma YT-2400 atacando um transporte imperial com caixas de carga, para o meu espanto e o de Sabine.  Sim, soa como uma nave cheia de Ezras, concordo com Zeb – e isso não é bom. Logo descobrimos que a nave de crianças usa o nome Iron Squadron e seu líder, Mart Mattin é sobrinho do Comandante Sato: o irmão de Sato comandava o verdadeiro Iron Squadron e morreu algum tempo antes.

Zeb e Kanan conseguem a desculpa perfeita para sair do episódio. Quem dera eu também tivesse algo assim. Mas tive que seguir Ezra, Sabine, Chopper e Hera para uma nave que não tem hiperdrive, não tem luz e tem uma unidade R3 que não sabe arrumar nada. Encontrar Gooti, Jonner e Mart não foi muito divertido, principalmente ao descobrir que ele confundiu um cargueiro com um Star Destroyer.

O Grão-Almirante Thrawn descobre que a Ghost ajudou o ataque do Iron Squadron em Mykapo e envia o Almirante Konstantine em um cruzador leve, que eu prefiro chamar de mini-Star Destroyer. A frota de rebeldes termina a evacuação do planeta e vai embora, deixando Ezra, Sabine, Chopper e a Phantom II para convencer os outros 3 Ezras a ir embora. Sabine e Chopper consertam o hiperdrive, mas Mart joga toda a energia para as armas e escudos ao ver o mini-Star Destroyer e, de novo, confundir com um Star Destroyer.

Gooti e Jonner conseguem, aparentemente, convencer Mart a partir, mas ele se tranca na YT-2400 e manda a Phantom II para longe com os 5 tripulantes e 2 dróides. Novamente ele joga sua carga na nave inimiga, mas logo percebe que é inútil, pouco antes do seu motor ser atingido e ele ficar à deriva no espaço.  Enquanto isso, Ezra e Sabine salvam os outros dois, levando-os para a Ghost.

Ao invés de destruir a YT-2400, os imperiais colocam uma mina de ativação de ativação remota. A Ghost recebe o sinal de socorro de Mart e parte com todo mundo. Os dróides vão para o espaço para desabilitar a mina magnética e a colocam na carga restante. Quando a situação está feia, o Comandante June Sato chega com uma blockade runner para ajudar. Neste momento, o Almirante Konstantine pede por reforços, que chegam pouco após a mina explodir contra o mini-Star Destroyer. Os reforços são ninguém menos do que o Grão-Almirante Thrawn em um Star Destroyer, mas sua chegada é tarde para impedir a escapada rebelde: sobra tempo apenas para ficar a impressão de que Sato e Thrawn se conhecem.

Em Atollon, planeta da base rebelde, Mart e Sato se reencontram e o Iron Squadron se reune novamente.

reb_ia_17800_e9a08a2d

Opinião do Jair Yoda: Se você, como eu, tem problemas com três crianças de 15 anos tendo experiência de guerra o suficiente para fazer imperiais de palhaços a maior parte do tempo, este episódio definitivamente não é para você. Nem o uso de um design clássico e saber que o episódio todo tem homenagens para pessoas da Lucasfilm salva. E o pior é saber que com certeza teremos essas crianças de volta no futuro. Talvez eu ainda prefira ewoks…

REBELS RECON #3.07

Mestre Yoda

Mestre Yoda na verdade se chama Jair e é um engenheiro nerd que se pudesse ganharia dinheiro com Star Wars. Como não pode, fica enfiado nos detalhes do Universo Expandido e das obras para telinha da saga o máximo que pode. Só vê uma possibilidade de Star Wars ser melhor do que é: The Beatles como trilha sonora!