contato@jedicenter.com.br
Template Cover Site

Daisy Ridley não quer voltar como Rey após Episódio IX (e você não deve julga-la por isso)

É inegável que o mundo das notícias está recheado de caça-cliques, ainda mais quando algo vem de fora e temos que traduzir. Notícias ficam fora de contexto, trechos são omitidos em favor da polêmica. No mais recente, está chovendo declarações que Daisy não quer retornar para Star Wars após Episódio IX e surgem comentários nas notícias de que ela está “cuspindo no prato que comeu”, está sendo “mal agradecida” e que ela deveria “agradecer a fama que Star Wars deu”.

Retornar para fazer muitos Star Wars” parece algo como um trabalho dos sonhos para qualquer fã de Star Wars. Qualquer um que desconheça e/ou nunca viveu a pressão de estar em um sucesso como este. Declarações como esta são muito comuns. Após “007 Contra Spectre” Daniel Craig alegou:

Eu prefiro cortar os pulsos do que voltar.

E as mesmas reclamações surgiram. Quando foi anunciado seu retorno para mais um Bond, choveram outras reclamações de hipocrisia e puro interesse. Não cabe a mim decidir o que cansa mais: ser Rey ou ser James Bond. É inegavel que ambos são extremamente cansativos tanto fisico quanto mental, ainda mais para uma garota que no inicio não fazia ideia do tamanho da Saga ou do mundo do cinema. “Agora aguenta” não é uma resposta boa para declarações de invasão de privacidade.

E não, não precisa ser fã soft ou hardcore de Star Wars para fazer Star Wars (Gwndoline Christie que o diga quando foi zoada por não entender a pergunta “Quem atirou primeiro?“)

É muito tranquilo sentar em uma cadeira na Star Wars Celebration, após todo o trabalho concluído e falar maravilhas aos fãs e os fãs acharem que é sempre assim. Nós, lá no fundo sempre esperamos que respostas para “Você pretende voltar?” sejam sempre respondidas com “Claro! Eu amo fazer isso! Minha vida vai ser dedicada a isso!” É um choque? Sim. Mas é um choque de realidade!

Dito isso vamos passar para a declaração de Daisy para a revista Rolling Stone, quando questionada se volta para mais:

Não. Não sabia exatamente no que estava me envolvendo. Não tinha lido o roteiro, mas pelo o que podia ver, pessoas realmente boas estavam envolvidas. Então, só estava achando demais. Agora acredito que tenho mais sorte do que achei que tinha, por fazer parte de alguma coisa que pareça tanto com voltar para casa. Estou realmente animada para fazer o terceiro e completá-lo, porque no final eu assinei contrato para três filmes. Então, na minha cabeça, são três filmes. Acredito que parecerá a hora certa para encerrá-lo.

A declaração em muitos sites termina aqui. E qual o trecho seguinte da matéria? Ela é questionada se retornaria daqui alguns anos, como fizeram Mark, Harrison e Carrie:

Quem sabe? Sinceramente sinto que o mundo pode acabar nos próximos 30 anos, então, se em 30 anos não estivermos vivendo no subsolo em uma série de células interligadas… então, claro. Talvez. Mas, novamente, quem sabe. Quantos anos vou ter? 55! Porra [assim mesmo], não consigo pensar muito adiante.

Tenho certeza que muita gente está lendo isso sem ter a mínima noção do que vai preparar para o almoço daqui dois dias. Imagina retornar para um filme. Daisy já encabeçou muitos outros projetos: o excelente Assassinato no Expresso Oriente, produziu o curta The Eagle Huntress e estará junto de Josh Gad e Luke Evans em Super Normal, comédia da Netflix.  No final é apenas um exercício de pensarmos “e se fosse comigo? ou com minha irmã? Ou alguém de minha família?” Portanto, mais simpatia é tudo o que pedimos. E temos certeza que todos os atores também estão pedindo.

Para Daisy (e todos os outros atores, novos ou não) podemos dizer: “Obrigado por fazer parte da Saga, e que a Força esteja com você em seus futuros projetos!”

Marcelo Skywalker

Escória Rebelde do interior de São Paulo. Pode ser encontrado mais on-line do que na vida real pelo Twitter ou pelo Facebook
  • Alexandre Gallas

    Empatia… Só precisamos calçar os calçados das outras pessoas…

  • Mário Sérgio

    É a internet né mano? Aqui chiuahua late como se fosse Pitbull…os verdadeiros fãs de Star Wars não são a mulecada de Force Awaken. É uma galera que entende e sabe a complexidade que é a saga. Eu achei muito paia o que fizeram com no FA, ela até fechou o instagram dela, tem noção disso? Galera é muito maldosa e isso me irrita profundamente.

    • Thiago Gomes

      O que foi que aconteceu com ela nesse caso do Instagram? Pessoal esculhambou lá?

      • Marcelo Eduardo

        Thiago, ela publicou uma nota sobre desarmamento ou coisa assim e a galera desceu a lenha do tipo “ah mas tá usando um blaster no filme né?”

        Uma coisa não tem nada a ver com a outra. E cansada desse assédio, ela excluiu.