contato@jedicenter.com.br
Template Cover Site

Como “Os Últimos Jedi” explica o combate espacial em Star Wars

Os Últimos Jedi responde diversas perguntas geradas pelos fãs ao longo dos anos sobre combate no espaço e faz isso de uma maneira bem coerente.

Uma das grandes questões que muitos debatiam até então era por que naves capitais chegam tão perto para trocar tiros umas com as outras. De acordo com George Lucas, ele queria prestar homenagem aos filmes clássicos de piratas e combates navais (isso está no documentário em áudio de A Vingança dos Sith) mas, como pra muitos fãs uma explicação é necessária, vamos lembrar das cenas de Os Últimos Jedi.

Turbolasers possuem um pequeno alcance efetivo contra um escudo e temos no filme até mesmo uma representação gráfica deste alcance. Enquanto seus escudos estiverem ativos, a Raddus só precisa ficar a uma distância relativa para permanecer segura do poder dos disparos.

É claro, nós já tivemos evidências passadas que alcance é um fator decisivo em combate:

 

O alcance da Falcon parece extremamente pequeno assim como o das naves capitais (guardadas as devidas proporções) e isso é mostrado tanto em O Retorno de Jedi e A Vingança dos Sith

É aparente que os blasters perdem energia rapidamente e são menos eficazes a uma distância consideravelmente longa. Naves capitais que querem infligir um dano maior na outra precisam chegar mais perto e arriscar entrar no alcance inimigo.

Em Endor a frota Rebelde só estava em risco do fogo dos Star Destroyers assim que Lando ordena que eles:

É claro que escudos é um fator decisivo aqui. Sem estes escudos as naves ainda seriam vulneráveis a longa distância. Mas então qual seria a importância dos caças em combate espacial?

Bom, caças em Star Wars tem a pequena vantagem poder voar para dentro da bolha do escudo e penetrar nas defesas.

Na cena acima, um tiro de turbolaser se espalha pelo escudo mas Kylo Ren e seus companheiros conseguem penetrar o escudo e causar dano em cima da Raddus. Em O Império Contra-Ataca, toda a força imperial precisou descer no planeta para furar o escudo planetário da base rebelde em Hoth.

Claro, há outros tipos de escudos, como vimos em Rogue One em Scarif ou até mesmo protegendo a segunda Estrela da Morte em Endor, mas os filmes deixam claro que eles são gerados por fábricas planetárias e que possuem uma enorme energia. Naves menores que a Estrela da Morte então estão vulneráveis a caças pequenos.

É por isso que Anakin conseguiu invadir (mesmo que por acidente) o hangar da nave de controle da Federação e foi assim que as A-Wings derrubaram o escudo do Super Star Destroyer em Endor.

Em A Ameaça Fantasma vimos que os escudos de energia são efetivos contra blasters:

Mas vulneráveis a materia:

Já vimos que a longas distâncias os tiros não são eficientes, então as naves capitais precisam se aproximar para causar dano considerável e que os caças são essenciais para penetrar os escudos e operar dentro daquela bolha letal com velocidades muito altas para fugir de disparos de canhões. É por isso, então, que ao atacar alvos maiores é importante para os caças:

A Estrela da Morte estava vulnerável ao ataque dos caças e o Encouraçado da Primeira Ordem foi combatido de uma maneira similar por Poe Dameron. É importante que naves maiores tenham sua escolta significativa de caças menores. Se você conseguir derrubar toda a frota de caças de uma nave capital, você a transforma em um alvo móvel.

No ataque à primeira Estrela da Morte o dano maior às naves da Rebelião foram causados pelos caças imperiais assim como não houve nenhum problema para Kylo e os outrodestruirem a ponte da Raddus. A Resistência não esperava um ataque surpresa e não houve tempo de liberar os caças.

Claro que ainda restam algumas dúvidas nas mentes dos fãs mas é bem bacana que o filme pega pequenos pedaços de diferentes combates de toda a Saga e os junta de uma maneira coerente não sendo apenas um fanservice mas usando as “regras” já estabelecidas do universo da Saga para criar este combate diferente.

E você, o que acha disso tudo? Deixe suas opiniões nos comentários!

Marcelo Skywalker

Escória Rebelde do interior de São Paulo. Pode ser encontrado mais on-line do que na vida real pelo Twitter ou pelo Facebook
  • Joao Francisco

    Análise muito boa. Uma contendo aspectos de TCW e Rebels seria interessante também

  • Silas Natan

    Matéria muito legal! Agora vou conseguir entender melhor o que acontece nas batalhas dos filmes.