contato@jedicenter.com.br
Contando As Guerras Clônicas – Especial De 5ª Temporada

Contando as Guerras Clônicas – Especial de 5ª Temporada

Logo_MY_TCW

 

tcws5ep20pic2

Enquanto eu luto para conseguir ter coragem de voltar na primeira temporada e continuar o projeto “Contando as Guerras Clônicas”, senti a necessidade de fazer este texto falando principalmente sobre o arco final da quinta temporada, cujo último episódio passou hoje nos E.U.A. e ninguém baixou pra ver. A compra da Lucasfilm pela Disney colocou vários projetos em situações bem diferentes e tirou eles do foco. Com The Clone Wars não foi diferente. Jogada para o sábado de manhã no Cartoon Network americano nesta quinta temporada, horário considerado péssimo se comparado ao horário anterior de sexta à noite, a série ficou mais de lado ainda no marketing em sua hora mais interessante: o aparente fim de um arco de cinco temporadas.

SÓ CONTINUE LENDO SE JÁ TIVER VISTO O EPISÓDIO FINAL!

Leia Mais

Contando as Guerras Clônicas #3

E no meio de dinâmicas para trainee, entrevistas de emprego, continuar em casa e toda a bagunça gerada por Disney e Episódio VII, continuo com nossos textos. Prontos para a terceira edição? Tem um episódio muito bom, seguido de um muito ruim, um normal (vulgo não fede nem cheira) e um ame ou odeie (com uns 80% de odeie e eu presente nos 20% ame).

O artigo original que serviu de base para este pode ser lido aqui.

Adicionei lá na linha do tempo do fim as notas que dei para cada episódio, assim fica mais fácil lembrar sem ter que abrir artigo por artigo, mas se você leitor quiser, os artigos anteriores do Jedicenter podem ser lidos clicando aqui.

s01e05 “Rookies” (Novatos)

Uma divisão de clone troopers novatos designada para um quieto posto de monitoramento perto das instalações de criação de clones em Kamino se encontram emuma situação desesperadora quando um ataque surpresa de Droid Commandos deixa eles sozinhos e sem guias.

Leia Mais

Contando as Guerras Clônicas #2

Cá estou eu, de novo, outra vez e novamente, para continuar essa série de artigos. Se você der uma batida de olho lá em baixo na linha do tempo no fim do artigo ou nas imagens que coloco antes de cada episódio, vai ver que a coisa agora segue uma ordem mais lógica, diferente do primeiro artigo. E isso se manterá também no próximo artigo. Se alguém quiser um spoiler, aliás, tenho bons motivos para acreditar que entre Ambush (s01e01) e Liberty on Ryloth (s01e21), apenas o já citado Hidden Enemy (s01e16) está fora de ordem.

Me diverti bastante com o artigo anterior e acabei passando um bom tempo pensando sobre quais episódios gostaria de rever:

– Bombad Jedi (uma boa história de Jar Jar) e Liberty on Ryloth da primeira temporada;

– O arco de Geonosis (em especial a diferença entre Ahsoka , Death Trap (Boba Fett versus Mace Windu) e R2 Come Home (R2-D2 salvando Mace e Anakin) da segunda temporada;
– ARC Troopers (o maravilhoso fim da trilogia do Domino Squad), Assassin (Ahsoka versos Aurra Sing), Heroes on Both Sides (um dos poucos episódios políticos bem escritos da série e um marco tanto visual quanto de personalidade para Ahsoka) e Wookie Hunt (a volta de Chewbacca) da terceira temporada;

– Mercy Mission e Nomad Droids (a duologia de C-3PO e R2-D2, uma linda homenagem à série animada Droid), a fantástica tetralogia da 501st contra o General Pong Krell (provavelmente o melhor arco da série até hoje), o arco Slaves from the Republic (único arco adaptado de uma HQ) e de Bounty (Asajj Ventress iniciando um novo estilo de vida, e ainda dá de cara com Boba Fett) da quarta temporada.

Mas como Leland Chee tem soltado um artigo a cada quinze dias, demorarei pra rever todos eles. E confesso que foi mais divertido pensar nisso antes de ver, pois tinha um certo temor da trilogia da nava Malevolence (Malevolência). Falando em Lelan Chee, vocês devem ter notado que eu não separei o que é texto original dele do que é meu. Isso tem um motivo: eu passei a usar outras fontes que não apenas os artigos dele (o site oficial, a Wookieepedia, o TF.N), que não seriam texto de nenhum dos dois, então resolvi deixar o texto mais uniforme e sem diferenciação. Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Leia Mais

Contando as Guerras Clônicas #1

Olá de novo. Para quem já leu o artigo #0, pularemos a introdução. Tomarei a liberdade de durante o texto usar títulos primeiramente em inglês e apenas na primeira aparição colocar a tradução. Os episódios seguem uma marcação sXXeYY, onde sXX representa a temporada e eYY o episódio. Exemplo: s04e12 é o 12º episódio da 4ª temporada. O artigo original que serviu de base para este pode ser lido aqui.

Para saber como The Clone Wars se encaixa no UE previamente existente, vejamos o que acontece antes do primeiro episódio cronológico: Asajj Ventress emergiu como a assassina do Conde Dooku e já confrontou  Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker. O General Grievous lidera o Exército de Dróides da Confederação e batalhou com a República e os Jedi inúmeras vezes. Anakin já é um Cavaleiro Jedi e carrega cicatrizes das Guerras Clônicas em seu rosto. A 501st Clone Trooper Unit (501ª Unidade de Clone Troopers) sob o comando do Capitão Rex e marcada de azul, é designada para Anakin. Obi-Wan é membro do Conselho Jedi. Sua dedicada unidade de clones é a 212th Attack Battalion (212º Batalhão de Ataque) liderada pelo Comandante Cody. Como presente de Padmé, R2-D2 agora serve a Anakin enquanto C-3PO, agora pintado de dourado, serva a Senadora Padmé Amidala.

 

s02e16 “Cat and Mouse” (Gato e Rato)

Obi-Wan e Anakin devem furar um bloqueio separatista para entregar suprimentos em Christophsis. Eles encontram o Comandante Separatista Almirante Trench e conseguem mais do que queriam.

Curiosidades: Almirante Yularen é indicado para Anakin pela primeira vez neste episódio, marcando sua primeira aparição cronológica na série. O episódio menciona um encontro anterior de Yularen e Trench, mas esse nunca foi mostrado em outras fontes.

Opinião do M’Y: Já aviso que sou muito chato com muito do que foi produzido nas duas primeiras temporadas. O episódio em si, quando visto sozinho, é bom. Há toda uma tensão construída pelo fato de a nave ser desarmada e um protótipo, além da história prévia de Yularen e Trench, um suposto gênio estratégico. Ele pode não ser exatamente um gênio, mas é certamente mais inteligente do que 90% dos líderes separatistas que aparecem depois. Meus problemas com o episódio são alguns conceitos:

– A nave camuflada (Romulanos, Jornada nas Estrelas, oi!) que nunca mais aparece, mesmo mais de 20 anos depois durante a Trilogia Clássica;

– O que diabos estava fazendo o senador Organa preso em um planeta? Tudo bem, sabemos que Alderaan é pacifista e humanista, mas precisava ir ele? Não tinha ninguém que ele pudesse mandar no planeta inteiro? Se pensarmos cronologicamente, esta é a primeira aparição desse problema, que se repete várias vezes durante a série;

– E o principal: qual o motivo de voltar nesse arco na segunda temporada? Ele já era grande demais, ficou ainda maior (6 episódios, ver entrada do filme abaixo no artigo) e este episódio é totalmente desnecessário para o arco como um todo.

Nota do M’Y: 6.5 de 0 a 10.

Leia Mais
  • 1
  • 2